PERFIL

27 de outubro de 2015

Ela se chama Renata Quezia ♥



O primeiro sorriso foi simples, e sem muita confiança.
A primeira interação foi: Mãe já sabe que você esta namorando? - ela perguntou no facebook dele.
E eu imaginei: ai meu Deus, ela vai me detestar.
No começo eu era só "A namorada de Rafael." Eu eu até entendia. Irmã mais nova, super apaixonada pelo irmão. E eu achava a coisa mais linda do mundo. Admirava todos os finais de semana que chegávamos e ela vinha de onde quer que estivesse na casa e se jogava nos braços dele.
Até o dia que ela passou a se jogar nos meus também. Ai eu não era mais só "A namorada de Rafael". Então eu passei a ser a "Cunha meu amor".

E desde então os sorrisos eram grandes, os abraços eram fortes e regados de amor.
Os encontros eram divertidos, os almoços nunca era silenciosos, nunca mesmo... porque não tinha quem fizesse ela se calar na mesa. E eu observava e pensava "é uma menina mesmo". E o amor crescia. E a amizade se fazia cada dia mais presente, e se estendia entre as amigas dela, a presença de tanta gente que a rodeava.
O planos eram lindos, fabulosos, grandiosos e até exagerados. Mas eram planos de uma menina que tinha o mundo nas mãos. E eu deslumbrava com ela esses planos. Engraçado, porque ela sempre me fez sorrir com as ideias malucas dela. E eu achava o máximo! Ah Renata, você foi a pessoa que mais me fez rir, em tão pouco tempo juntas.

E o tempo passou e não era mais só amizade, amor e carinho. Era de alma.
Eu sempre tive orgulho de dizer: é minha cunhada. E ouvi de volta todo os elogios: nossa, ela é linda demais. E eu poder dizer: ela não é só linda, ela é incrível.
Todos as ligações para saber onde o irmão estava, todas as mensagens de "gente, eu tô com saudades de vocês", todos os comentários no instagram. (Deus, como me dói), todas as fotos, todos os momentos indo para o cabeleireiro ficar "loirissimaaaas". Eu vou guardar, eu vou guardar em um lugar tão precioso de mim, que jamais será possível substituir.

Todos os dias eu peço a Deus com carinho para te abraçar por mim. Para te dizer que você é a saudade mais latente do meu coração. Todos os dias eu peço para Ele ser bom comigo e me fazer sentir teu abraço e me confortar devagarzinho. E quando eu choro, choro por mim não saber como lidar com a sua falta. Não choro porque você se foi para a glória, ao lado do pai. Você foi porque, bem, Deus sabe porque. Embora eu não entenda, embora eu não queira aceitar ou admitir que eu não aceito, eu compreendo. Você ainda me faz rir cunhada, me faz rir quando eu vejo o quanto de amor você deixou para nós. Me faz rir quando eu olho para Rafael e vejo você nele. Você deixou tudo planejado não é?!

Até o reencontro cunhada linda.
Eu te amo. (Deus, diga isso a ela para mim também! Obrigada).

De uma eterna saudade.